Quinua e seus benefícios

 

A quinua ou quinoa é um grão nativo dos Andes que foi descoberto pelos incas (que os considerava um alimento sagrado) da Bolívia e do Peru há 8.000 anos. Desde que a NASA a incorporou ao seu cardápio básico, utilizando-a em viagens espaciais de longa duração, a quinua vem sendo largamente divulgada e considerada um alimento promissor para a humanidade junto ao amaranto.

Conheça as propriedades nutricionais da quinua:
– Excelente fonte de carboidrato de baixo índice glicêmico, ou seja, que leva mais tempo para ser transformado em açúcar no sangue. Isso evita a produção em excesso de insulina, prevenindo a deposição de gordura.
– Possui proteína de alto valor biológico, que significa que é fonte de todos os aminoácidos necessários ao nosso organismo, sendo considerada uma proteína de boa qualidade, quase uma exclusividade dos alimentos de origem animal. Entre esses aminoácidos, está presente a lisina, que fortalece a imunidade, está relacionada ao desenvolvimento da inteligência, da rapidez de reflexos e de outras funções como a memória e a aprendizagem. Também contém tripofano, aminoácido capaz de liberar no cérebro a serotonina, substância que dá uma sensação de alegria e bem-estar.
– Contém vitamina A (importante para a saúde dos olhos), B1, B2 e B3 (relacionados ao bom funcionamento do sistema nervoso central), B6 (ligada aos processos inflamatórios), E e C (antioxidantes, ou seja, previnem danos às nossas células). Os minerais, ferro (previne anemia), fósforo e potássio (ligado ao bom funcionamento dos músculos), magnésio (relacionados aos processos anti-inflamatórios), zinco (constituinte do sistema imune), cálcio (contribui para boa formação dos ossos e dentes) e manganês (desenvolvimento de ossos, cicatrização de feridas e ação antioxidantes).
– Apresenta ômega 3 e 6, que contribuem para saúde cardiovascular e possui ação anti-inflamatória.
– Rica em fibras, que colabora para o bom funcionamento do intestino, incentiva a saciedade, auxilia no controle de colesterol e da glicose.

– Possui fitoestrógenos, substâncias naturais que imitam a ação de certos hormônios, ajudando a amenizar os sintomas da TPM e complicações da menopausa (osteoporose, câncer de mama e doenças do coração).

O consumo regular de quinua ajuda a combater anemias, constipação intestinal, problemas urinários, tuberculose e doenças do fígado. Atua também na redução de danos gastrointestinais, na integridade do sistema imunológico, na regulação das funções cardiovasculares, no controle da diabetes, nos processos de cicatrização e como normalizador da próstata e órgãos reprodutores masculinos. Dessa forma, a quinua é considerada pela FoodandAgricultureOrganization (FAO) o melhor e mais completo alimento de origem vegetal.

A quinua é indicada para todas as pessoas que buscam na alimentação saudável a manutenção da saúde. Vegetarianos, atletas, crianças, pessoas com alimentação restrita ou que apresentem alguma complicação de saúde que a quinua auxilie (citado acima) são os que mais se beneficiam do seu consumo.

Ela pode ser encontrada sob a forma de flocos, grãos e farinhas, além de derivados como macarrão e barras energéticas. As formas de preparo são variadas. Os grãos, por exemplo, podem ser incorporados em saladas, bolinhos com legumes, sopas ou cozidos da mesma forma que o arroz, podendo substituí-lo.  Flocos podem ser consumidos, principalmente, nas preparações do café da manhã, acompanhando frutas e sucos. Já as farinhas podem fazer parte das receitas de massas, pães, bolos e tortas.

Você vai gostar de ler também: